N. 12/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

50.000,00 €

Valor de outros financiamentos

600,00 €

Valor total

50.600,00 €
Mapa de localização da candidatura


Mapa das candidaturas financiadas


Registos

RICA VIDA: Resposta Informativa de Capacitação e Aprendizagem para Hábitos de Vida Saudáveis

É um projeto integrado que envolve uma equipa multidisciplinar, propondo uma intervenção preventiva e de enriquecimento educativo para a promoção de hábitos de vida saudável ao nível da saúde oral, mental e alimentar. Consubstanciar-se-à na dinamização de acções de cariz informativo, de sensibilização e a criação de um serviço de acompanhamento personalizado para adolescentes, adultos e famílias; e da implementação de workshops para favorecer o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais. As ações serão dirigidas em particular a famílias de classes sociais desfavorecidas, residentes nas freguesias do Laranjeiro/Feijó, cuja dinamização será concertada e articulada com os Serviços Sociais da rede de parceria local, com intuito de mitigar as barreiras sistémicas, socioeconómicas, culturais, comportamentais que estas classes sociais, em particular, enfrentam no acesso aos serviços de saúde pública, especificamente no âmbito da higiene oral, nutrição e apoio psicológico.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

Tem como principal objectivo incentivar a comunidade local e em particular, indivíduos em situação de vulnerabilidade social para a adopção de hábitos de vida saudável ao nível da saúde oral, mental e nutrição. Ao nível concelhio as freguesias do Laranjeiro/Feijó registam-se segundo o Plano de Desenvolvimento Social 2018-2020 e Censos 2011, com uma grande vulnerabilidade estrutural em termos de desigualdades sociais persistentes, reflectida em elevados níveis desigualdade económica registando indivíduos em situação de pobreza ou exclusão social. Os cuidados médicos, em termos gerais, para grupos sociais que enfrentam condições de vida mais difíceis e pobreza poderão estar associadas a uma diminuição da literacia em saúde, a um acesso mais deficitário a cuidados de saúde, em particular da saúde oral, mental e alimentar. Recorrem a cuidados de saúde primários ou tratamentos de emergência, em detrimento da prática de prevenção da doença, com prevalência de estilos de vida menos saudáveis.

Objetivo específico 1 e justificação

Reforçar e acrescentar valor na rede social local ao nível da prestação de serviços em matéria da saúde oral, mental e nutrição; na prevenção, acção e promoção da igualdade e equidade no seu acesso. O Plano Local de Saúde (PLS), Almada e Seixal 2017-2020, define como objectivos fundamentais de intervenção, promover o acesso equitativo a cuidados de saúde através de estratégias de melhoria do acesso das populações mais vulneráveis aos serviços de saúde,nomeadamente ao nível da Alimentação e Doença Mental. O projecto RICA, pretende assumir-se como um recurso complementar e/ou reforço das respostas comunitárias locais na mitigação das barreiras socioeconómicas, sistémicas, culturais e comportamentais na utilização em específico dos serviços de saúde no âmbito da higiene oral, nutrição e apoio psicológico por classes socialmente desfavorecidas.

Objetivo específico 2 e justificação

Promover a Educação para a saúde, ampliando conhecimentos e desenvolvendo competências que permitam melhorar a saúde individual e consequentemente a qualidade de vida. As ações de promoção de saúde são iniciativas que permitem de alguma forma melhorar a condição de saúde dos indivíduos ou das populações. O próprio conceito de saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS) inclui esse pressuposto, ao enunciar que “a Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente uma ausência de doença ou de enfermidade”. A capacitação do público-alvo em matéria de literacia da saúde para prevenção da doença ao longo da vida é reforçado pelo princípio que indivíduos com mais e melhores conhecimentos, tendem a gerir de uma forma mais assertiva a sua saúde e consequentemente a melhorar sua qualidade de vida.

Objetivo específico 3 e justificação

Contribuir para uma prevenção e intervenção mais célere em saúde e bem-estar. Face ao exposto e tendo em conta deficit de resposta ao nível concelhio destes serviços, bem como a prevalência de um número significativo de famílias que enfrentam contextos sociais de vulnerabilidade social, o "RICA VIDA" poderá constituir-se como uma mais-valia que, seguindo uma óptica de intervenção concertada com os serviços locais, na consensualização das suas ações, poderá devolver novos impulsos às respostas existentes na rede social ao nível da saúde dos territórios de intervenção, ao disponibilizar à população serviços fundamentais que visam a promoção da saúde e bem-estar, diminuindo as dificuldades ao acesso na emissão de respostas célere.

Parceria local

Promotora

Ad Sumus, Associação de Imigrantes de Almada

Parceira

Junta de Freguesia Laranjeiro/feijó
Associação Portuguesa Promotora de Saúde e Higiene Oral

Território(s) de intervenção

1. Laranjeiro e Feijó

Laranjeiro e Feijó, Almada
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Pessoas indocumentadas, requerentes de asilo, refugiados, apátridas ou em condições semelhantes
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Abandono escolar
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

2. Freguesia Laranjeiro/Feijó

Laranjeiro e Feijó, Almada
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Pessoas indocumentadas, requerentes de asilo, refugiados, apátridas ou em condições semelhantes
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Abandono escolar
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. RICA VIDA: Saúde Oral

Em parceria com a Associação Portuguesa de Promoção da Saúde Oral, irá promover ações de intervenção comunitária com recurso à sua Unidade Móvel, para a sensibilização preventiva em saúde oral, através da prestação de cuidados primários (avaliação, diagnóstico tratamento e/ou encaminhamento para o Centro Comunitário de Saúde Oral da associação),distribuição de kits. Dirigido a cidadãos com maior fragilidade social, residentes em territórios de maior vulnerabilidade das freguesias do Laranjeiro/Feijó. Prevê-se um total de 12 ações no decorrer de 6 meses.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Famílias, Toda a comunidade

2. RICA VIDA: Nutrição

Com o objetivo de melhorar o comportamento alimentar da comunidade através da adoção de hábitos saudáveis e a mitigação dos desperdícios alimentares, prevê-se a dinamização por técnicos na área alimentar, de acções de grupo e de sensibilização e informação (aproximadamente 24 sessões ao longo de 12 meses) sobre a educação alimentar. Dirigidas à população em geral, contudo, em particular a crianças e jovens da comunidade e famílias beneficiárias do Banco Alimentar da Ad Sumus.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Famílias, Toda a comunidade

3. RICA VIDA: Coaching

Prevê-se a implementação de um serviço de Acompanhamento Personalizado para o Desenvolvimento Pessoal e Familiar consubstanciado na criação e implementação de Programas de Coaching e Workshops mensais de Competências sociais e pessoais dirigido jovens e adultos com rendimentos baixos e/ou em precariedade laboral e risco de exlusão social; Programa de educação para o bem-estar familiar com temáticas sobre o desenvolvimento psicoafetivo, as principais etapas de transição e crise, a adolescência e comportamentos de risco e a economia e o orçamento familiar. Estimam-se 24 sessões durante 12 meses.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Adultos (população em idade ativa), Toda a comunidade