N. 323/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

€ 50,000.00

Valor de outros financiamentos

€ 11,122.00

Valor total

€ 61,122.00
Mapa de localização da candidatura


Mapa das candidaturas financiadas


Registos

Espaço Multi-recreativo do Largo da Nora

Tendo em vista a dinamização de parcerias e intervenções de âmbito local, a Associação Para o Desenvolvimento Cultural e Desportivo da Malagueira (APDCDM), em estreita articulação com as entidades públicas e associações locais, vem submeter a candidatura para a criação de um Espaço Multi-recreativo (zona de recreio infantil, zona para desporto sénior, zona de recreio juvenil e de apoio a actividades de educação ambiental), a executar no Bairro da Malagueira, em Évora. Procura-se assim promover o desenho e gestão participada na construção de um espaço público seguro, inclusivo e saudável, valorizando as relações inter-geracionais e a valorização ambiental. A intervenção proposta assenta no pressuposto de um conceito de utilização do espaço público de carácter unificador, concentrando num ponto de elevado valor ambiental e paisagístico todos os equipamentos.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

É objectivo da presente candidatura dotar a área a intervencionar de condições de segurança e conforto, com equipamento adequado, promovendo o exercício e recreio para diferentes faixas etárias em simultâneo, bem como a criação de condições para a realização de actividades no âmbito da educação ambiental. A intervenção proposta visa a requalificar uma área de 1750m², localizada no Bº da Malagueira, mais especificamente no terreno contíguo à Horta da Nora, na Rua do Pomar. Este espaço apresenta um potencial valor ambiental, no que diz respeito à sua localização pela sua proximidade da horta comunitária (projectos de edu. Ambiental Horta da Nora e Ervilha), e por se situar na continuidade dos espaços verdes do Bº da Malagueira. Por outro lado, a proximidade da Ass. de Reformados da Malagueira e da Esc. Básica Manuel Ferreira Patrício, vem reforçar a escolha deste local numa óptica de utilização continuada. De referir ainda a inexistência de espaços de recreio infantil no bairro.

Objetivo específico 1 e justificação

A presente proposta têm como Objectivo Especifico 1 a promoção da saúde através de atividades desportivas e recreativas ao ar-livre. A existência de espaços dedicados ao recreio e actividade ao ar-livre adquiriu nos últimos tempos, no especial contexto actual em que vivemos, uma grande relevância na promoção da saúde pública e bem estar físico e mental das populações. Num bairro com forte cariz social e elevado índice populacional, como o bairro da Malagueira, a criação de um espaço Multi-recreativo adquire especial importância na promoção do exercício físico para as faixas etárias mais e menos jovens, tantas vezes circunscritas ao seu espaço habitacional. A inexistência de um parque de recreio infantil, a dispersão de alguns equipamentos de actividade física para mais idosos (dissuadindo a sua utilização) e o aumento da procura por parte das comunidades escolares de actividades em espaço aberto, vem justificar a presente proposta.

Objetivo específico 2 e justificação

A presente proposta têm como Objectivo Especifico 2, a promoção de interações dentro da comunidade e incremento de afectos territoriais. Projectado pelo arq. Álvaro Siza Vieira, o Bº da Malagueira surgiu para colmatar a carência de habitação que, na época, se fazia sentir em Évora. A ideia inicial era construir um bairro moderno, inovador e de custos controlados, que albergasse um elevado número populacional, e que conjugasse as necessidades dos seus habitantes, maioritariamente oriundos de estratos sociais mais desfavorecidos, sem perder conceitos como: família, vizinhança ou comunidade. A criação de um espaço que agregue várias utilizações e utilizadores, vem fomentar o sentido de pertença, favorecendo relações dentro da comunidade, independentemente da sua etnia. A criação de um espaço unificador, apelativo no seu desenho, vem apoiar a realização de actividades culturais e recreativas, de formação e de intervenção social e cívica da comunidade.

Objetivo específico 3 e justificação

A presente proposta têm como Objectivo Especifico 3, a continuidade dos projetos de educação ambiental existentes e valorização paisagística e ambiental do local. Propõe-se que o Espaço Multi-recreativo do Largo da Nora tenha como objectivo complementar a continuidade das actividades já desenvolvidas no âmbito da educação ambiental (projectos Horta da Nora, Ervilha e Eco-Escolas), nomeadamente através de a criação de zonas ao ar livre para aulas e sessões de esclarecimento, tais como a criação de um pequeno anfiteatro. Pretende-se igualmente através da requalificação do espaço, actualmente um terreno baldio na malha urbana, incrementar a componente biológica e promover a amenidade ambiental, através da plantação de árvores e criação de espaços dedicados à observação da flora autóctone. As soluções constructivas a utilizar deverão ainda ser low-cost e sustentáveis, valorizando zonas permeáveis com revestimento natural (zonas de prado, na continuidade das existentes).

Objetivo específico 4 e justificação

A presente proposta têm como Objectivo Especifico 4, a requalificação de um espaço, actualmente descaracterizado, para utilização pública. O Bº da Malagueira é no seu todo uma obra de referência nacional e internacional, sendo até hoje, objecto de visitas de estudo, teses de doutoramento, de universidades de imensos países. O que foi inicialmente projectado como um mero bairro de habitação social, transformou-se, ao longo dos anos, numa zona residencial de vários estratos sociais e que atualmente é a maior freguesia do concelho de Évora. Enfrenta vários problemas e carências de coesão social, mas também apresenta um potencial urbanístico e comunitário ímpar e capaz de superar essas menos valias. Devido a incapacidades financeiras, entre outras, verifica-se que ficaram por terminar alguns espaços públicos e estruturas de apoio, tal como previsto. A zona a requalificar é um bom exemplo: um terreno baldio que se pretende converter em espaço público, dotado de conforto e segurança.

Parceria local

Promotora

Associação para o Desenvolvimento Cultural e Desportivo da Malagueira

Parceira

Évora
União das Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MANUEL FERREIRA PATRÍCIO
Associação de Reformados e Idosos da Freguesia da Malagueira
APPACDM de Évora
Clube de Praticantes BTT Malagueira - Amigos do Pedal
Habévora,E.M

Território(s) de intervenção

1. Bairro da Malagueira

Malagueira e Horta das Figueiras, Évora
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Mau estado das habitações, por deficiente construção, falta de manutenção ou por estarem situadas em territórios afetados por incêndios nos últimos cinco anos
Ventilação e iluminação solar insuficientes ou baixo conforto térmico e acústico
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Abandono escolar
Falta de condições para aceder ao ensino a distância
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Participação activa na arborização do espaço por parte da comunidade escolar local e associação APPACDM.

Realização de trabalhos de plantação de árvores e outra vegetação representativa da flora autóctone, envolvendo a comunidade escolar local, incluindo CEF (Cursos de Educação e Formação) e associação a APPACDM (Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental). Esta ação será integrada nos trabalhos de requalificação do espaço, para a criação do Espaço Multi-recreativo do Largo da Nora, e tem por objectivo envolver a comunidade mais jovem, sensibilizando através de trabalho específico para a valorização ambiental e paisagística do espaço público.
Destinatários preferenciais
Crianças (0 a 17 anos), Jovens (18 a 24 anos), Pessoas com deficiência

2. Ação de formação para utilização correta de equipamentos de exercício sénior.

A acção de formação pretenderá sensibilizar para a importância do exercício físico na terceira idade e deverá ser composta por uma sessão de esclarecimento e de demonstração da correcta utilização dos equipamentos para exercício ao ar livre. Deverá abordar a importância da prática regular do exercício na terceira idade, demonstrando a sua relevância na manutenção da saúde física e mental para esta faixa etária em específico.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos)

3. Mercadinho bi-mensal de venda dos produtos da horta comunitária e de produtos de artesãos locais.

Realização de mercadinho bi-mensal de venda de produtos hortícolas, promovendo os produtos e actividades realizadas no Projecto comunitário Horta da Nora e projecto Ervilha. A realização destes mercadinhos poderá igualmente contemplar pontos de venda para artesãos do bairro, dando visibilidade à sua actividade, produtos e dinamizando o espaço público através da promoção do convívio.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade