N. 772/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

50.000,00 €

Valor de outros financiamentos

21.534,00 €

Valor total

71.534,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


CASA (Comunidade, Afetos, Sonhos, Ambições) – Juntos construímos a nossa casa!

Intervenção junto da comunidade do território identificado (Bairro da Quinta de Santo António), fomentando as relações entre os residentes e a comunidade local. Atendendo aos instrumentos de diagnóstico efetuados e à caraterização física, social e profissional das comunidades que habitam este bairro, sendo notória a necessidade de trabalhar junto destas populações, apoiá-las nas suas diferenças e incentivá-las à sua integração na sociedade, respeitado e valorizando a sua cultura e identidade. Destacam-se como eixos prementes de intervenção os eixos social, ambiental e urbanístico, com atividades que foram desenhadas tendo em conta a complementaridade com outro projeto recentemente aprovado, no qual o Bairro de Nazes também é alvo de intervenção. Na elaboração da presente candidatura foram tidos em conta os diagnósticos elaborados por equipas de intervenção social direta que atuam no terreno.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

Capacitar e envolver as comunidades locais para a sua efetiva integração social na comunidade. A intervenção centra-se nos principais problemas vivenciados pela população residente, nomeadamente por ser uma comunidade analfabeta ou pouco escolarizada; com elevadas taxas de absentismo e abandono escolar; com população em situação de desemprego, muito dependente de prestações e apoios sociais. Estes são fatores geradores de uma evolução demográfica desfavorável. Por outro lado, verifica-se degradação do ambiente urbano, com a população exposta a fenómenos de criminalidade e delinquência, pobreza e exclusão social.

Objetivo específico 1 e justificação

Promover ações de apoio ao estudo e ao desenvolvimento de competências pessoais, sociais e profissionais. O abandono e o insucesso escolar estão identificados como problemáticas sociais predominantes no bairro social em causa, pelo que se pretende contribuir para combater estas duas problemáticas, fatores de exclusão social.

Objetivo específico 2 e justificação

Valorizar a identidade cultural das comunidades locais, enquanto veículo de inclusão. Sendo as diferenças culturais um fator que muitas vezes contribui para a exclusão, pretende-se que a coexistência entre várias culturas e identidades contribua para a coesão social.

Objetivo específico 3 e justificação

Qualificar e reabilitar espaços comuns e do edificado. A degradação crescente dos espaços comuns revela falta de sentimento de pertença e o não-respeito pelo bem coletivo.

Objetivo específico 4 e justificação

Promover ações de educação ambiental, de forma a consciencializar a comunidade local para um problema global. Para uma integração plena, é incontornável a consciencialização e sensibilização para as questões ambientais.

Parceria local

Promotora

Santa Casa da Misericórdia de Lamego
Obra Kolping de Portugal

Parceira

Junta de Freguesia de Lamego (Almacave e Sé)
Câmara Municipal de Lamego
Cruz Vermelha Portuguesa - Delegação de Lamego

Território(s) de intervenção

1. Lamego

Lamego (Almacave e Sé), Lamego
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Desadequação severa dos espaços comuns
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 4. Número significativo de pessoas com constrangimentos de acesso a cuidados de saúde, nomeadamente por:
Falta de capacidade económica para aquisição de medicamentos
Critério 5. Programa Nacional de Vacinação
Taxa de cobertura vacinal do Programa Nacional de Vacinação, atualizado para a idade, inferior a 95 %
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Abandono escolar
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

2. Bairro Quinta de Santo António

Lamego (Almacave e Sé), Lamego
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Mau estado das habitações, por deficiente construção, falta de manutenção ou por estarem situadas em territórios afetados por incêndios nos últimos cinco anos
Exiguidade do espaço habitável
Desadequação severa dos espaços comuns
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 4. Número significativo de pessoas com constrangimentos de acesso a cuidados de saúde, nomeadamente por:
Falta de capacidade económica para aquisição de medicamentos
Critério 5. Programa Nacional de Vacinação
Taxa de cobertura vacinal do Programa Nacional de Vacinação, atualizado para a idade, inferior a 95 %
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Abandono escolar
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Sala Multidisciplinar

Espaço destinado ao desenvolvimento de atividades recreativas, culturais, sociais e pedagógicas. Este espaço será dotado de recursos materiais, técnicos e humanos adequados à implementação de atividades especificas de apoio escolar e psicológico às crianças em idade escolar e de ocupação de tempos livres de forma saudável. Na Sala serão desenvolvidas dinâmicas de grupo, ações de sensibilização nas áreas - da saúde, da ecologia, de competências sociais e culturais dirigidas a toda a comunidade. A Sala ficará sita no Bairro e terá intervenção, preferencialmente nos dias úteis da semana.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Adultos (população em idade ativa), Mulheres, Famílias, Pessoas com deficiência

2. Oficinas culturais

Dinamização de workshops onde os saberes e os valores da comunidade residente são transmitidos e partilhados nas mais variadas áreas; Criação de ateliers temáticos de culinária, dança, música, moda de um dicionário com dialetos e expressões próprias da comunidade cigana, como forma de desenvolver as suas capacidades e promover a sua cultura junto da vizinhança com o intuito de promover a inclusão social. A Sala ficará sita no Bairro e terá intervenção, preferencialmente nos dias úteis da semana.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

3. Valor da cultura

Recolha de tradições (dialetos, costumes, expressões) para a criação de uma obra escrita pelos residentes do Bairro da Quinta de Santo António.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

4. O Nosso Bloco

Reabilitação de espaços comuns interiores e exteriores, com substituição de portas e janelas. Realização de ações de sensibilização junto dos moradores do Bairro Quinta de Sto António, com vista à sua consciencialização para a necessidade e benefício de preservar e manter o "Bem Comum", nomeadamente, jardins, mobiliário urbano, portas, janelas, iluminação e limpeza.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

5. Arte Urbana

Ilustração de um mural de arte urbana com apontamentos e aspetos culturais da comunidade residente, com envolvimento da comunidade na atividade (especialmente famílias com crianças), na conceptualização e conceção do design. O mural será desenhado numa das fachadas do bloco 33 A.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

6. O nosso jardim

Criação de espaços ajardinados envolvendo a comunidade, com vista à melhoria, requalificação e manutenção dos espaços de jardim. Esta atividade visa embelezar o bairro e tornar aquele espaço mais aprazível para quem lá reside, sendo um convite à visita. A intervenção será operada na zona que envolve cada bloco residencial do bairro e, após a atividade inicial de desenho dos jardins, plantação de flores, árvores e relva, a manutenção dos mesmo terá de ser efetuada diariamente pelos moradores.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

7. A Reciclagem

Distribuição de ecopontos domésticos no sentido de promover hábitos de reciclagem junto da população. Realização de visitas à Resinorte.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Adultos (população em idade ativa), Famílias

8. Compostagem Comunitária

Instalação de um compostor no Bairro. Este compostor será construído pelos moradores, utilizando materiais reaproveitados (paletas, corda, serrim), de modo a realizar compostagem de matéria orgânica (folhas, papel, restos de fruta e hortaliças), colocando o Bairro como uma referência na redução da pegada ecológica no Município, resolvendo os problemas de falta de civismo, associado ao lixo orgânico indevidamente depositado nos espaços comuns. O compostor terá de ser alimentado diariamente.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

9. CASA (Comunidade, Afetos, Sonhos, Ambições) – Juntos construímos a nossa casa!

Capacitar e envolver as comunidades locais para a sua efetiva integração social. A intervenção centra-se nos principais problemas vivenciados pela população residente, nomeadamente, nas elevadas taxas de desemprego e absentismo escolar; evolução demográfica desfavorável; degradação do ambiente urbano com o aumento da sua exposição a fenómenos de criminalidade e delinquência; pobreza e exclusão social.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Adultos (população em idade ativa), Mulheres, Famílias, Pessoas com deficiência

10. Sessões de partilha cultural

Promoção de sessões que incentivem os residentes à partilha de costumes, tradições entre si e com outros membros da comunidade, com o objetivo de valorizar a sua cultura. Estãs sessões permitirão trabalhar outras atividades previstas, como a edição do livro (atividade 3) ou os ateliês de cultura cigana (atividade 2).
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

11. Conta-nos como és!

Promoção de sessões que incentivem os residentes à partilha de costumes, tradições entre si e com outros membros da comunidade, com o objetivo de valorizar a sua cultura. Estãs sessões permitirão trabalhar outras atividades previstas, como a edição do livro (atividade 3) ou os ateliês de cultura cigana (atividade 2).
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

12. Educação ambiental

Dinamização de ações de sensibilização para problemas globais, nomeadamente os ambientais, apelando à mudança de comportamentos e à adoção de hábitos e práticas amigas do ambiente
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Idosos, Adultos (população em idade ativa), Famílias