N. 366/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Serviço à comunidade (máximo 25.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

24.950,00 €

Valor de outros financiamentos

1.061,00 €

Valor total

26.011,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


Registos

Ribeira da Torregela Viva e Vivida

A Ribeira da Torregela, e a sua rede hídrica, percorre e unifica um território de vários Bairros de Évora, em áreas urbanas e periurbanas da cidade. Hoje, o seu traçado apresenta alterações hidromorfológicas e os cursos de água exibem condições ambientais degradadas que serão objeto de requalificação. Neste contexto, a comunidade dos diversos Bairros deverão assumir grande importância para a salvaguarda deste património ribeirinho e para a valorização socioambiental do território onde se enquadra. Assim, este projeto tem como missão criar uma rede de custódia da Ribeira da Torregela em 2021, com o objetivo de fomentar ações de participação, educação e valorização ambiental da Ribeira da Torregela, porque é fundamental para a futura sustentabilidade social, económica e ambiental do projeto de requalificação. Por outro lado, serão reforçados aspetos sociais como as vivências em vizinhança, as atividades ao ar livre e de mobilidade suave assim como, a fruição da Ribeira da Torregela.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

Promover o envolvimento e participação comunitária dos Bairros que envolvem a Ribeira da Torregela, em torno do processo de requalificação para alcançar a sua salvaguarda, valorização e fruição socioambiental. Os rios e ribeiras são ecossistemas identitários dos territórios onde se inscrevem, prestando serviços de regulação climática, de aprovisionamento de água e suporte a atividades culturais e educativas. Muitas redes hídricas estão, porém, sujeitas a elevadas pressões – o caso da Ribeira da Torregela – ameaçando a sua integridade e comprometendo a saúde e bem estar de todos que lhe são próximos. Sabendo que a Ribeira da Torregela será objeto de requalificação, este projeto propõe o desenvolver uma cultura ambiental comprometida com todos, contribuindo localmente para os objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS) e para a valorização de uma das zonas verdes mais emblemáticas da cidade, cumprindo e sensibilizando para as normas da DGS de prevenção da Covid-19.

Objetivo específico 1 e justificação

Criar a rede de custódia da Ribeira da Torregela. Pretende-se criar uma rede de vizinhança, com moradores e associações, inicialmente dos Bairros da Malagueira e da Torregela, localizados no troço montante da bacia hidrográfica da Torregela, procurando fomentar a aproximação das pessoas à Ribeira e o seu envolvimento no processo de requalificação para contribuir a sua salvaguarda, valorização e fruição da mesma. A mobilização de vontades e a dinamização coletiva de forma continuada e participada é uma condição essencial para a sustentabilidade dos projetos e para a sua efetivação para além de períodos de intervenção concretos e específicos, em linha com os objetivos da ODS (Objetivo 11: Cidades e Comunidades Sustentáveis).

Objetivo específico 2 e justificação

Criar e divulgar conhecimento sobre as pressões, fontes poluentes e avaliação da água na Ribeira da Torregela. Pretende-se contribuir na monitorização das pressões antropogénicas sobre o sector montante da rede hídrica da Ribeira, auxiliando quanto possível na avaliação de ameaças e impactos ao nível hidromorfológico, biofísico e na qualidade da água. Em vários pontos da rede são notórios os sinais de degradação do curso e poluição da água, sendo particularmente visível em situações de entrega de águas pluviais canalizadas (talvez contaminadas com águas residuais) e também no lago formado por uma pequena represa de aterro, um dos símbolos do Bairro da Malagueira. O conhecimento pela comunidade da avaliação das causas e condições de degradação permitirá estimular a sua participação na implementação de medidas de mitigação, não só na vigência do projeto, mas também depois, e poderão ser base de suporte a projetos sequentes em linha com os ODS (Objetivo 6: Água potável e saneamento)

Objetivo específico 3 e justificação

Promover a educação ambiental: uma ribeira saudável, melhor saúde para todos. Pretende‑se, através da educação socioambiental participada, promover o desenvolvimento de uma cultura ambiental enraizada no conhecimento científico, na sensibilidade e no reconhecimento ético do valor intrínseco da vida e dos ecossistemas, seu lugar. Estes pressupostos permitem alicerçar os pilares de atitudes e comportamentos comprometidos com o cuidado da Ribeira e com o bem‑estar humano, numa relação simbiótica, de jogo em que todos ganham. As ações de educação ambiental, incidindo em atividades ao ar livre, serão desenhadas e implementadas com o apoio da rede de custódia e parceiros do projeto. Serão dirigidas à população em geral e da comunidade dos Bairros em particular, com ênfase nas camadas jovens de estudantes que frequentam as escolas locais, reforçando a educação para o desenvolvimento sustentável e estilos de vida sustentáveis, em linha com os ODS (Objetivo 4: Educação de qualidade).

Parceria local

Promotora

Associação de Moradores e Cidadãos Malagueira Viva e Vivida

Parceira

Évora
ecoVerney-Escola de Ciência e Tecnologia da Universidade de Évora
Agência Portuguesa do Ambiente, IP
Associação de Moradores do Bairro da Torregela
União das Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras
Centro Ciência Viva de Estremoz

Território(s) de intervenção

1. Bairro da Malagueira, Bairro da Torregela, Bairro de Santa Maria, Bairro da Senhora da Glória, Bairro do Gancho

Malagueira e Horta das Figueiras, Évora
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Mau estado das habitações, por deficiente construção, falta de manutenção ou por estarem situadas em territórios afetados por incêndios nos últimos cinco anos
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Falta de condições para aceder ao ensino a distância
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Criação de uma rede de custódia da Ribeira da Torregela

A partir da iniciativa com participação dos parceiros bem como moradores, associações e outras entidades, pretende‑se a criação da Rede de Custódia da Ribeira da Torregela, procurando congregar num único espaço, o debate e a definição participada e integrada dos problemas, das vontades e das soluções ligados à Ribeira. Entre março e novembro de 2021 serão lançadas ações (de visitas, reuniões, fóruns) de comunicação e mobilização de entidades públicas ou privadas, coletivas ou individuais, interessadas na promoção e na valorização socioambiental da Ribeira da Torregela.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

2. Aumentar o conhecimento e os dados técnicos disponíveis, a partir de inquéritos realizados junto dos moradores dos Bairros e de caracterização biofísica e socioambiental atualizados da bacia.

A partir da Rede de Custódia criada, pretende-se aumentar o conhecimento e dados técnicos disponíveis para a melhor monitorização de fontes poluidoras e avaliação da qualidade da água, através de realização de sondagem e análise estatística, a partir de inquéritos realizados junto da população dos Bairros (cumprindo e sensibilizando para as normas da DGS de prevenção da Covid-19) e de serviços de caracterização biofísica e socioambiental atualizados da bacia hidrográfica da Ribeira.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

3. Dar a conhecer à Comunidade a avaliação de ameaças e impactos na qualidade da água da Ribeira da Torregela.

Promover em conjunto com a Rede de Custódia na realização de colheitas e análises à qualidade da água , com vista a adquirir conhecimento/formação do processo técnico/cientifico assim como na divulgação, de forma sistemática, dos dados à comunidade resultantes das conclusões estatísticas das intervenções. As ações serão dinamizadas pela APA/ARH do Alentejo e ecoVerney, em duas campanhas de amostragem (época de chuvas-março/abril e de estiagem-agosto/setembro de 2021) em pontos da Ribeira da Torregela incluindo o Lago da Malagueira.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

4. Educar na área ambiental experiencial sobre o território ao longo da Ribeira da Torregela para a familiarização com o EcoSistema Malagueira e a sua valorização.

Realizar percursos temáticos guiados é essencial para promover junto da comunidade o conhecimento de modo a que esta viva e disfrute do EcoSistema da bacia da Ribeira da Torregela. Os percursos abordam os temas sobre Ecologia fluvial, Flora, Fauna, Paisagismo e outros, nas áreas exteriores próximas à Ribeira, nos Bairros da Malagueira e da Torregela. Estas ações são organizadas, orientadas e dinamizadas pela ecoVerney, Associação Malagueira Viva e Vivida, Associação de Moradores do Bairro da Torregela, Rede de Custódia e serão realizadas durante o ano de 2021.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

5. Promover a cultura ambiental, ligando ecologia e arte, através do festival de Cinema CineEco

Realizar sessões de cinema ao ar livre, nas áreas próximas à Ribeira nos Bairros da Malagueira e da Torregela. Os filmes a projetar serão de temática ambiental, em ligação com o festival de Cinema CineEco, vão incentivar o debate sobre os temas relacionados. As sessões serão organizadas pelas Associações de Moradores do Bairro da Malagueira e do Bairro da Torregela, e dinamizadas por ecoVerney, APA/ARH do Alentejo e destinadas a todos os cidadãos, com ênfase nos moradores dos Bairros assim como da comunidade escolar durante maio, junho, julho, agosto de 2021.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

6. Ciclo Anual de Ciência ao ar livre na Ribeira da Torregela

Iniciar a realização do Ciclo de Ciência, com divulgação através de jogo lúdico, de experimentação científica, exposição de equipamentos de Ciência, em locais junto à Ribeira nos Bairros da Malagueira e Torregela. As atividades inseridas no Ciclo de Ciência destinam-se fundamentalmente à comunidade escolar e vão decorrer durante o início do novo ano escolar (setembro/outubro de 2021), em função de efemérides nacionais e internacionais. A organização e a dinamização das atividades serão desenvolvidas pelas Associações de Moradores e os parceiros, e de preferência durante os próximos anos.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Famílias, Toda a comunidade

7. Criar Roteiro com Informação sobre a Ribeira da Torregela

Instalar sinalética e mobiliário (mesas, painéis e bancos) em pontos estratégicos de comunicação com a população ao longo da Ribeira entre o Bairro da Malagueira e o Bairro da Torregela. A Informação a disponibilizar à comunidade será atualizada regularmente, indicará conteúdos necessários do território para além do estado de conservação da Ribeira, as características da sua bacia hidrográfica, do ponto de vista paisagístico e urbanístico. Elaborar roteiro em formato papel e digital fiel ao roteiro geográfico, a concretizar pelo ecoVerney, ARTERIA_LAB e Rede de Custódia, até outubro de 2021.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

8. Alertar para o cumprimento das normas da DGS de prevenção da Covid-19

Sensibilizar a comunidade para o cumprimento das normas da DGS de prevenção da Covid-19 em todas as reuniões, palestras encontros em espaços fechados e ao ar livre. Comunicar informações e normas vigentes em cada momento dos eventos. Dar a conhecer as linhas de apoio à saúde física e mental, estarmos preparados com os meios necessários para prestar todas as ajudas solicitadas durante os eventos. Assegurar a presença de máscaras e líquido desinfetante assim como todos os documentos necessários sugeridos pela DGS. Estas ações serão sempre organizadas em todos os eventos de vigência da pandemia
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade