N. 120/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

50.000,00 €

Valor de outros financiamentos

0,00 €

Valor total

50.000,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


SOL DAS LEZÍRIAS

Sol das Lezírias, peça escrita por Augusto de Souto Barreiros e representada em 1948. Uma ode às gentes Azinhaguenses e um retrato marcante da época. 72 anos depois voltamos ao mesmo espaço, um antigo salão de arquitetura rural, datado de 1572, o qual tem servido também para inúmeras ações dirigidas à comunidade. Atualmente, apresenta problemas estruturais, nomeadamente no telhado e teto, onde, aquando de intempéries, chove dentro do espaço, verificando-se inúmeras infiltrações e humidade, por conseguinte uma degradação severa. Por ser um espaço que, embora simples, embeleza e engrandece o património artístico do povoado e por ter um vasto historial (serviu como igreja e hospital), consideramos relevante a sua intervenção. A requalificação irá permitir o desenvolvimento de variadas atividades, dotando desta forma a ALDEIA MAIS PORTUGUESA DO RIBATEJO de um conjunto de excelentes respostas, contribuindo para o desenvolvimento comunitário e melhoria da qualidade de vida da população.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

O presente projeto tem como objetivo a requalificação e melhoria de um edifício que se encontra obsoleto para a sua função e com graves problemas de conservação. Com a intervenção indicada, pretende-se a promoção da saúde e qualidade de vida da população através da organização de dinâmicas e respostas integradas face às necessidades globais da comunidade, numa função de carácter preventivo e de minimização de diversas problemáticas. É nosso objetivo permitir a participação ativa das pessoas, famílias e grupos sociais, assegurando desta forma a sua capacitação e o seu bem-estar.

Objetivo específico 1 e justificação

Promover ações ao nível da saúde visando a prevenção e a sensibilização de determinadas doenças. Pretende-se realizar sessões de esclarecimento em parceria com a Unidade de Cuidados na Comunidade, sobre temáticas atuais e diversas, nomeadamente sobre prevenção de doenças transmissíveis (COVID 19, com distribuição de materiais de proteção individual) e prevenção de doenças crónicas não transmissíveis (diabetes, tensão arterial, alimentação e promoção de estilos de vida saudáveis).

Objetivo específico 2 e justificação

Desenvolver atividades de carácter social, cultural e comunitário, dirigidas à população, que visem a promoção da cidadania, a interação social e enriquecimento pessoal, e que previnam/evitem situações de isolamento. Importa referir que a situação e a localização geográfica da Azinhaga, apresenta-se como uma lacuna pois, apesar de estar próxima de determinados meios mais desenvolvidos/urbanizados, verifica-se um isolamento destes Centros Urbanos, dada a deficitária rede de transportes. Associando isto aos problemas identificados no Diagnóstico Social, tais como: jovens sem ocupação; desemprego; trabalho precário; défice de participação cívica e cultural; isolamento social, em particular da população idosa, entre outros; consideramos importante agir e juntar sinergias, apresentando um conjunto de atividades que pretendam colmatar algumas destas problemáticas.

Parceria local

Promotora

Santa Casa da Misericórdia de Azinhaga

Parceira

Junta de Freguesia de Azinhaga
Câmara Municipal da Golegã
UCC Chamusca
CASA DA COMEDIA DE AZINHAGA - ASSOCIAÇAO CULTURAL

Território(s) de intervenção

1. Azinhaga

Azinhaga, Golegã
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Mau estado das habitações, por deficiente construção, falta de manutenção ou por estarem situadas em territórios afetados por incêndios nos últimos cinco anos
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Salão SOL DAS LEZÍRIAS

Não se prevê intervenção ao nível da estrutura. A cobertura encontra-se em mau estado de conservação, sendo que está prevista a substituição de 50% da área. As intervenções nas fachadas do edifício resumem-se apenas à pintura das mesmas. No interior proceder-se-á a uma maior intervenção, o pavimento será reforçado, as paredes serão intervencionadas nas áreas mais degradadas e o teto de uma forma geral. A parte elétrica será melhorada. Quanto às acessibilidades, serão criadas rampas permitindo o acesso a pessoa com mobilidade reduzida e será remodelado um WC adaptando-o para o efeito.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

2. Verão em Ação

A infância e a adolescência, apesar de serem períodos complexos do desenvolvimento e de considerável risco na adoção de comportamentos não saudáveis, também constituem um período muito favorável a intervenções significativas de educação, sendo pois de todo lógico delinear e programar algumas estratégias. Pretende-se assim dinamizar ações lúdico recreativas no espaço requalificado, durante as férias de Verão, no âmbito do programa de ocupação de tempos livres, nomeadamente: atividades de expressão manual, música, dança, sessões de cinema, educação para a cidadania e para a saúde, entre outros.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens

3. Casa da Comédia

Numa das mais belas Aldeias do Ribatejo, com gentes trabalhadoras, o teatro acompanha há décadas as suas vidas e as suas vidas fazem o teatro. A Casa da Comédia de Azinhaga, é um coletivo de produção teatral amador desta Aldeia, que ao longo dos tempos tem desenvolvido várias encenações teatrais, recorrendo ao espaço que se pretende reabilitar, para a apresentação dos espetáculos. Mas devido às condições atuais do espaço, o número de atuações tem sido mais reduzido. É neste seguimento que pretendemos realizar em colaboração, a apresentação de apontamentos teatrais dirigidos à comunidade.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

4. Cinema é Vida

Com o objetivo de recordar e promover o Cinema Português, pretendemos realizar um Ciclo com apresentação de filmes portugueses. Por uma questão de identidade é crucial conhecer os filmes feitos em Portugal na medida em que são a expressão do que somos e de como nos vemos, histórica, social e culturalmente. Na visita à história do cinema português procurar-se-á encontrar caminhos possíveis onde os participantes revejam e reencontrem o seu passado e as suas memórias.
Destinatários preferenciais
Idosos, Famílias, Toda a comunidade

5. Exposição de fotografia/pintura

O objetivo é estimular sentimentos positivos associados ao território, através da exposição de fotografia ou pintura, incluindo nesta atividade pessoas da comunidade que têm desenvolvido trabalhos nestas áreas. Queremos fomentar as artes no cotidiano desta população, promovendo assim a divulgação da cultura tradicional, apelando à participação dos indivíduos enquanto agentes ativos da vida social e comunitária.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

6. IN(FORMA-TE)

As Sessões de Esclarecimento são um elemento fundamental na sensibilização das pessoas, sendo crucial instruir os elementos da comunidade sobre as temáticas em questão. Achamos pertinente apostar na prevenção e informação de públicos mais vulneráveis, fazendo com que estes estejam atentos quando expostos a determinadas situações. Serão assim realizadas ações conjuntas, com a temática da segurança e sessões no âmbito de diversas formas de violência. Ação 1: Burlas e furtos a idosos (GNR); Ação 2: Vendas agressivas (DECO); Ação 3: Prevenção e combate à violência doméstica e de género (APAV).
Destinatários preferenciais
Idosos, Adultos (população em idade ativa), Toda a comunidade

7. Mercadinho da Aldeia

De forma a divulgar, trabalhos dos artesãos da localidade pretende-se a realização de uma pequena mostra. Pretende-se ainda promover a venda de velharias e antiguidades bem como produtos regionais, promovendo desta forma as tradições e costumes da nossa aldeia. É nosso objetivo fomentar a participação ativa, promovendo o espírito de grupo e partilha dos indivíduos enquanto elementos da comunidade.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

8. A Saúde bate à porta

Sessões de Esclarecimento em parceria com a UCC, sobre temáticas atuais, nomeadamente sobre prevenção de doenças transmissíveis e prevenção de doenças crónicas não transmissíveis. Ação 1: Procedimentos e prevenção face ao COVID-19; Ação 2: Prevenção e cuidados na Diabetes; Ação 3: Avaliação da pressão arterial e controlo do peso; Ação 4: Alimentação e promoção de estilos de vida saudáveis. Ação 5: Saúde mental em tempos de pandemia. As atividades estão sujeitas a alterações de acordo com as recomendações provenientes da DGS, condição esta que se aplica a todas as atividades do projeto.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Idosos, Toda a comunidade