N. 122/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

50.000,00 €

Valor de outros financiamentos

0,00 €

Valor total

50.000,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


Bairro ComVida

Propõe-se um projeto que englobe ações integradas com o objetivo de promover redes comunitárias e de vizinhança, através da educação ambiental e do desenvolvimento de competências sociais.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

Desenvolvimento de atividades participativas no âmbito da promoção de competências nas áreas da educação ambiental, sustentabilidade e hábitos de vida saudável.

Objetivo específico 1 e justificação

Promover redes comunitárias e de vizinhança com o objetivo de reforçar a harmonização entre os moradores e a comunidade envolvente.

Objetivo específico 2 e justificação

Desenvolvimento de competências sociais para melhorar a forma com cada elemento da comunidade se enquadra no bairro, na freguesia e na sociedade em geral.

Objetivo específico 3 e justificação

Desenvolvimento de competências ambientais como forma de promover a literacia ambiental que por sua vez conduz a hábitos de vida mais saudável, contribuindo para comportamentos sustentáveis.

Parceria local

Promotora

Cáritas Diocesana de Viseu

Parceira

Câmara Municipal de Viseu
Bairro Positivo

Território(s) de intervenção

1. Bairro Social de Paradinha

Repeses e São Salvador, Viseu
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Mau estado das habitações, por deficiente construção, falta de manutenção ou por estarem situadas em territórios afetados por incêndios nos últimos cinco anos
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Abandono escolar
Falta de condições para aceder ao ensino a distância
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Atelier de carpintaria

Envolver um grupo de moradores do Bairro de Paradinha, orientados por um coordenador, no processo de projeção e construção de estruturas de madeira e canteiros que permitam a criação de uma horta indoor, tal como de uma caixa de suporte para um processo de compostagem. Pretende-se recuperar, através de workshops de carpintaria, um ofício já pouco praticado, trabalhando, em simultâneo, competências motoras e criativas reutilizando materiais que já não teriam utilidade.
Destinatários preferenciais
Jovens, Adultos (população em idade ativa), Mulheres

2. Horta Indoor Comunitária

Semear produtos hortícolas, ervas aromáticas e cogumelos num espaço interior, com o apoio dos moradores do Bairro, no sentido de produzir artigos agrícolas para uso comunitário, para venda (em feiras ou mercados) e para o desenvolvimento de workshops temáticos, relacionados com uma alimentação saudável. Reforçar a coesão social e a promoção da cidadania, através da participação comunitária dos moradores, numa perspetiva intercultural, nomeadamente comunidade cigana e não cigana, melhorando as redes solidárias de vizinhança.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Adultos (população em idade ativa), Mulheres, Famílias

3. Recuperação de espaço comunitário

Para realizar as ações descritas será utilizado um espaço no Bairro Social de Paradinha, cedido pela autarquia à Cáritas Diocesana de Viseu, que neste momento necessita de obras de adaptação que possibilitem a realização das ações enumeradas.
Destinatários preferenciais
Jovens, Adultos (população em idade ativa)

4. Espaço de compostagem

Criação de um espaço exterior de compostagem que possa ser utilizada por todos os moradores do bairro, tratando do seu lixo doméstico e do lixo comunitário (como folhas e outros resíduos orgânicos). Esta caixa de compostagem estará em articulação direta com a horta indoor. Com esta atividade pretende-se sensibilizar para educação ambiental, ao nível dos comportamentos enquanto agregado familiar e enquanto elementos de uma comunidade.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

5. Feira Comunitária

Com a produção dos artigos agrícolas na Horta Indoor Comunitária, essencialmente para uso da comunidade e suas famílias, irá ser desenvolvida uma Feira Comunitária aberta a toda a população com o objetivo de fomentar a interculturalidade e as relações de vizinhança com os territórios anexos.
Destinatários preferenciais
Adultos (população em idade ativa), Mulheres

6. Literacia Ambiental

Desenvolvimento de workshops temáticos no âmbito da educação ambiental e agrícola, alimentação saudável, limpeza urbana, requalificação do espaço público e comum, entre outros temas de relevância para a população envolvida.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade