N. 83/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

48.221,00 €

Valor de outros financiamentos

23.494,00 €

Valor total

71.715,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


Registos

Saibreiras - Pintar o Futuro Maior

O projeto parte de um diagnóstico participado com as crianças/jovens do Empreendimento de Habitação Social (EHS) das Saibreiras, em Ermesinde, com o objetivo de terem uma participação ativa na melhoria deste território vulnerável. Nesta auscultação destacou-se a urgência das seguintes ações: a) a dinamização de atividades de ocupação de tempos livres (desportivas e artísticas) para crianças e jovens do EHS; b) o combate ao isolamento sénior, agravado pela Covid-19, em que os jovens serão voluntários na prestação de pequenos apoios, na partilha de histórias e na identificação de sinais de alerta ao nível da saúde mental, informação que será devolvida ao técnico social responsável para posterior contacto com as redes de apoio existentes; c) a reabilitação de espaços públicos do bairro (jardins e depósito de água).

Objetivos

Objetivo geral e justificação

O projeto pretende que as crianças e jovens do EHS Saibreiras sejam agentes ativos na melhoria dos problemas do bairro (ausência de atividades de ocupação dos tempos livres, isolamento sénior, baixa literacia ambiental).No EHS não existem equipamentos/serviços em condições de utilização que permitam às crianças e jovens a prática desportiva. Através do diagnóstico social constatou-se que alguns dos idosos encontram-se em grave condição de isolamento, vivenciado ainda mais no contexto da pandemia. Encontram-se sem retaguarda familiar, alguns com assistência por parte do Serviço de Apoio Domiciliário, mas insuficiente no que diz respeito ao contacto com o mundo exterior. No espaço público do EHS, percebeu-se a acumulação de lixo doméstico (espalhado e a céu aberto), constituindo poluição visual e danos para a saúde pública. Não existem contentores suficientes espalhados pelo EHS e há desrespeito por parte de alguns moradores pelo espaço público.

Objetivo específico 1 e justificação

Criar espaços de reflexão em que as crianças/jovens possam desenvolver as suas ideias e potencialidades, colocando-as depois ao serviço da comunidade. As crianças/ jovens poderão resolver alguns dos problemas existentes neste território vulnerável. Motivando o dever cívico e participado, juntos terão voz ativa e capacidade de efetuar mudanças com apoio e orientação da parceria local. Cooperando podem associar ideias e vontades e suscitar alterações positivas na dinâmica física e social do bairro.

Objetivo específico 2 e justificação

Promover a prática de atividades de ocupação de tempos livres (desportivas e artísticas) às crianças/jovens do EHS Saibreiras, dinamizando o polidesportivo e proporcionando experiências fora do EHS. Com base no diagnóstico participado feito com as crianças/jovens do EHS, e como nos atesta a Associação Ermesinde Cidade Aberta, que tem a sua ação no local, é possível constatar a ausência de atividades desportivas e artísticas direcionadas a crianças e jovens. O Plano Municipal de Saúde de Valongo (2019/2025) assume como um dos objetivos estratégicos a redução da inatividade física.

Objetivo específico 3 e justificação

Promover o envolvimento das crianças/jovens com as pessoas de referência do EHS Saibreiras, para a concretização conjunta das atividades desportivas e artísticas. De acordo com o diagnóstico participado existe uma carência de líderes locais dispostos a participar nas atividades que tenham como objetivo o bem comum do bairro. Sendo este o maior bairro do município de Valongo é importante criar ligações entre os jovens e pessoas de referência que possam desempenhar este papel.

Objetivo específico 4 e justificação

Combater o isolamento sénior promovendo a relação intergeracional através das visitas e apoios prestados ao nível das rotinas. Com o agravar do contexto social pela pandemia da COVID-19, existe um isolamento acentuado de idosos sem retaguarda familiar no EHS Saibreiras, verificando-se estados de ansiedade e depressão significativos. Revelam baixa atividade diária, desapego pela busca de novas tarefas e um discurso baseado na queixa. Na maioria dos casos indicam reduzido número de visitas devido aos conflitos familiares. O Plano Municipal de Saúde de Valongo (2019/2025), assente no Plano Local de Saúde ACES Maia-Valongo, definiu como um dos objetivos estratégicos a diminuição de fatores de isolamento da população e a melhoria da saúde mental.

Objetivo específico 5 e justificação

Reabilitar espaços públicos do EHS Saibreiras (jardins, depósito de água). As crianças/jovens identificaram uma ausência generalizada de zelo e cuidado com o espaço do bairro. Os jardins e a zona do depósito de água, considerados pelos jovens como espaços de convívio, necessitam segundo eles de uma intervenção.

Parceria local

Promotora

Associação Helpo

Parceira

Vallis Habita, E.M.
Ermesinde Cidade Aberta - Associação de Solidariedade Social
Junta d Freguesia de Ermesinde
Comissão de proteção de crianças e jovens de Valongo
Município de Valongo

Território(s) de intervenção

1. Empreendimento de Habitação Social das Saibreiras - Ermesinde

Ermesinde, Valongo
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Pinta a Ação

Sessões em regime quinzenal, com a duração de 1 hora, dirigidas às crianças/jovens do Empreendimento, realizadas com base na faixa etária dos elementos que integrarão o grupo. Alguns dos jovens irão dinamizar as sessões em articulação com o técnico. As sessões irão decorrer no Centro de Animação das Saibreiras, da Associação Ermesinde Cidade Aberta, até que o espaço contíguo ao polidesportivo esteja reabilitado durante o projeto pela Vallis Habita E.M. Estas sessões serão realizadas de acordo com o Plano de Contingência para a Covid-19 do Centro de Animação das Saibreiras.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens

2. Pinta a Pergunta

Auscultação da comunidade, através de questionário, acerca das atividades desportivas e artísticas dinamizadas no polidesportivo e em espaços destinados ao efeito. O objetivo com esta ação é perceber se as atividades e a forma como estão a ser divulgadas e dinamizadas pelas crianças/jovens estão a ir ao encontro das expectativas da comunidade. Esta auscultação, sempre que possível, será feita via online devido à pandemia.
Destinatários preferenciais
Adultos (população em idade ativa)

3. Pinta o Desporto

Atividades desportivas dinamizadas no polidesportivo do EHS com cariz regular (aulas de futebol e street basket-colocação de balizas e tabela de street basket) e cariz pontual (experiências de férias desportivas)em espaços disponibilizados para o efeito.Também o grupo irá organizar caminhadas nos circuitos existentes para a prática de exercício físico, no âmbito do "Toc´Andar" do Plano de Ação de Saúde do Município de Valongo (2020-2021),que se baseia na dinamização de uma rede de circuitos urbanos para a prática de exercício que possa ser utilizada por indivíduos de diferente condição física.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens

4. Pinta a Cultura

Atelier de música (planeado e dinamizado por jovens do projeto) e atelier de arte urbana (com a equipa de arte urbana Guel do It). Estas atividades serão dinamizadas no polidesportivo do EHS Saibreiras e em espaços disponíveis para o efeito, mediante inscrição prévia das crianças/jovens. Estes ateliers serão realizados segundo as orientações da Direção Geral de Saúde para a Covid-19.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens

5. Pinta a Ligação

Reuniões bimensais entre as crianças/jovens com as pessoas de referência do EHS Saibreiras para definirem estratégias à melhor concretização/adesão das atividades desportivas e artísticas. Sabemos que as pessoas de referência têm impacto nas dinâmicas do bairro, nomeadamente, em termos dos relacionamentos, da gestão de conflitos e da preservação dos espaços públicos. Assim, mais envolvidos serão mais capazes de gerir a própria mudança. Estas reuniões obedecem ao Plano de Contingência do Centro de Animação das Saibreiras.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens

6. Pinta a Comunicação

Criação pelas crianças/jovens e as pessoas de referência do EHS de uma página online nas redes sociais para divulgação à comunidade das atividades que estão a acontecer e para estimular o envolvimento e participação da comunidade nas mesmas. Acreditamos que o facto de estarem informados poderá ser motivador de uma participação mais ativa nas atividades.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

7. Pinta a Prevenção

Serão realizadas duas ações de prevenção da Covid-19 dirigidas às crianças/jovens e pessoas de referência, com o objetivo de reforçar as medidas de segurança que devem ser adotadas na comunidade e ao longo do projeto, segundo as regras da Direção Geral de Saúde. Esta atividade é de extrema importância uma vez que atualmente o município de Valongo é considerado um concelho de risco extremamente elevado para a Covid-19. A ideia é também sensibilizar desde o início do projeto as crianças/jovens de que todas as atividades deverão cumprir as regras estabelecidas.
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Adultos (população em idade ativa)

8. Pinta a Visita

Os jovens como voluntários/as irão fazer visitas (físicas/contactos telefónicos) aos séniores, no sentido de estarem com eles e escuta-los, fomentando a partilha de histórias e promovendo o envelhecimento ativo. Irão também prestar pequenos apoios ao nível das rotinas diárias (exemplos: idas à farmácia, idas ao supermercado, lavar a loiça,...).Também pretende-se com a visita estar alerta para pequenos sinais no âmbito da saúde mental para posteriormente dar feedback dessa informação ao técnico social responsável pela pessoa em causa, para mais rápido acompanhamento.
Destinatários preferenciais
Idosos

9. Pinta um mundo mais sustentável

Ações de formação-ação a toda a comunidade ligadas à educação ambiental (ex: separação/reciclagem; coletores do EHS como uma forma de reutilização de materiais; colocação de caixotes do lixo). Serão convidadas entidades ligadas ao Ambiente para dinamizarem estas ações, nomeadamente dar a conhecer o projeto da Lipor "Reciclar é dar +" (recolha seletiva porta a porta para causas sociais). As ações decorrerão em espaço aberto (polidesportivo), seguindo as regras de prevenção da Covid-19.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

10. Pinta o que é de Todos!

Ações de reabilitação pelas crianças/ jovens dos jardins públicos do EHS e do depósito de água (para a reabilitação dos jardins a Junta de Freguesia de Ermesinde disponibiliza um jardineiro e uma técnica ligada ao ambiente; e a Câmara Municipal de Valongo disponibiliza as plantas). Na reabilitação do depósito, as crianças/jovens farão a eliminação de graffittis inadequados; e a pintura com a supervisão da equipa de arte urbana Guel do It).
Destinatários preferenciais
Crianças, Jovens, Toda a comunidade

11. Pinta o Bazar Saibreiras

Realização no polidesportivo de um mercado social com base na economia circular (são os moradores que ao longo dos meses anteriores entregam aos jovens do grupo os géneros que compõem o bazar e que possam ser adquiridos depois a preços simbólicos). O valor reverte para a continuidade da ação.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade