N. 415/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

49.863,00 €

Valor de outros financiamentos

5.850,00 €

Valor total

55.713,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


Vamos pôr a Relvinha no Centro!

A Cooperativa Semear Relvinhas existe desde 1986, fruto de um processo de auto construção do Bairro da Relvinha iniciado nos anos 70. Para culminar deste processo queremos concretizar um sonho antigo dos habitantes da Relvinha, um Centro Social e Cultural para servir todo o Bairro e também para acomodar a Cooperativa, bem como o arquivo da história do Bairro. Assim, acreditamos que este espaço poderá ser fulcral tanto para o desenvolvimento do Bairro, como para servir de apoio as necessidades dos seus habitantes. Além de espaço de lazer, pretende-se proporcionar também um espaço de informática, de formação e um espaço de reuniões para a cooperativa e outros projetos que se queiram agregar. Este espaço já existente, tem tido uma colaboração sempre presente entre arquitetos, técnicos, da União de Freguesias de Eiras e S. Paulo e Frades e claro, os habitantes da Relvinha, daí ser um espaço ainda inacabado, pois tem sido construído mediante as possibilidades de cada um dos intervenientes.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

O objetivo geral deste projeto é dar condições ao Centro Social e Cultural do Bairro da Relvinha, gerido pela Cooperativa Semear Relvinhas para que os moradores tenham um lugar com condições para promover e usufruir de atividades desportivas, culturais, de saúde e recreativas. Este centro representa um sonho antigo dos seus moradores e o culminar do espírito comunitário que construiu este Bairro, sendo um local privilegiado de reunião, de festa e sobretudo e agregação de atividades que servem um espaço para moradores que sofrem de carências várias. Com este projeto os moradores querem garantir, a construção dos anexos previstos no projeto já existente. No interior do edifício atual, pretende-se melhorar o isolamento térmico e arranjar o telhado. Nos anexos, construir uma sala de arquivo, para preservar a memória da importante luta do Bairro, e gabinete da direção e reuniões, bem como uma sala polivalente equipada com biblioteca e computadores.

Objetivo específico 1 e justificação

Criar um espaço de formação informal onde se possam trocar saberes e onde possa haver um espaço de informática a fim de formar os moradores na ótica do utilizador. Este espaço terá disponível o arquivo e uma biblioteca para que os moradores possam ter acesso a literatura variada, bem como à história do Bairro.

Objetivo específico 2 e justificação

Criar um espaço de bem estar direcionado para a comunidade idosa, dando-lhes um espaço que lhes promova a vitalidade. Este espaço terá apoio da União de Freguesias de Eiras e S. Paulo de Frades.

Objetivo específico 3 e justificação

Promover um espaço de lazer e convívio, onde se possa comemorar aniversários, fazer os Santos Populares ou concertos, que já acontecem habitualmente, bem como atividades culturais pontuais. A recuperação deste Centro permitirá ir mais além pois durante o dia, prevê-se o funcionamento do espaço de Bar assim como centro de dia com espaço de jogos e convívio que servirá sobretudo a comunidade mais idosa, a fim de combater a solidão e a exclusão.

Objetivo específico 4 e justificação

Todos os anos, a Relvinha promove com a comunidade um dia de limpeza e embelezamento do Bairro a fim de fazer a manutenção e promover pequenos arranjos e melhorias, por isso o espaço serviria também para realizar esses trabalhos e armazenar materiais e equipamentos.

Objetivo específico 5 e justificação

Espaço de promoção dos valores ecológicos e da Economia solidária como ferramentas de pensamento para a possibilidade de concretização de projetos a médio prazo nestas duas áreas. Estas atividades visam assim dar a conhecer formas alternativas de economia que possam vir a ser implementadas pelos moradores.

Parceria local

Promotora

Cooperativa de Construção e Habitação Económica Semearrelvinhas

Parceira

Casa da Esquina
União de Freguesias de eiras e S Paulo de Frades
Associação Há Baixa

Território(s) de intervenção

1. Bairro da Relvinha

Eiras e São Paulo de Frades, Coimbra
Critério 1. Condições de habitabilidade deficientes ou precárias, nomeadamente:
Ventilação e iluminação solar insuficientes ou baixo conforto térmico e acústico
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 4. Número significativo de pessoas com constrangimentos de acesso a cuidados de saúde, nomeadamente por:
Falta de capacidade económica para aquisição de medicamentos
Critério 6. Número significativo de crianças e jovens em idade escolar a não frequentar a escola ou com elevada percentagem de insucesso, nomeadamente por:
Falta de condições para aceder ao ensino a distância

Atividades

1. Ginástica para Seniores

A União de freguesias de Eiras e S.Paulo de Frades proporcionará aulas de ginástica para Seniores 2x por semana no Centro Social.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos)

2. Formação informal e biblioteca

Com a construção do centro, a comunidade terá acesso a computadores, podendo assim promover aulas de informática na ótica do utilizador. A construção da Biblioteca estará a cargo da Feira do Livro Dado, organizada pela Casa da Esquina, que terá um espaço de troca de livros que promoverá também um espaço de doação. Ao mesmo tempo, é também um espaço de aprendizagem sobre práticas ecológicas de reutilização e economia solidária.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

3. Espaço de Lazer

A organização de convívios como os Santos Populares, concertos e o Aniversário do Bairro, são atividades já habituais no Bairro da relvinha que contam com a organização e participação ativa dos moradores. Como tal, pretende-se continuar com esta tradição.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

4. Dia de Limpeza e embelezamento

Como também já vem sendo tradição do Bairro, todos os anos os moradores se juntam para limpar e resolver os problemas do espaço público. Este ano, os moradores contam com o apoio do coletivo de arquitetura Há Baixa que os irá ajudar em conjunto a encontrar as melhores soluções para os problemas existentes.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

5. Ecologia e Economia Solidária

A Casa da Esquina organizará em conjunto com os moradores, o mercado Troca de Roupa!, onde poderão experenciar uma forma alternativa de aquisição de bens através da economia solidária. Esta ferramenta permite aos moradores adquirir bens sem recurso a moeda, somente através da troca. Além disso, a Casa da Esquina organizará também a extensão Paradocma, uma mostra de cinema e ecologia, direcionada para o bairro e as suas necessidades.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade