N. 319/2020

Tipo de projeto e valor máximo de financiamento

Projeto integrado (máximo 50.000 Euros)

Eixos de intervenção em que se enquadra o projeto

Financiamento

Valor solicitado

50.000,00 €

Valor de outros financiamentos

75.380,00 €

Valor total

125.380,00 €
Mapa de localização da candidatura

Mapa das candidaturas financiadas


Registos

Rizoma Cooperativa Integral

A Rizoma é uma cooperativa multisectorial que visa promover o acesso a bens e serviços essenciais à comunidade. Inicialmente, a Rizoma desenvolver-se-á em 3 frentes: 1)Mercearia Comunitária auto-gerida - seguindo um modelo inovador em que cada cooperador contribuirá com 3 horas/mês para a gestão e manutenção coletivas de todo o processo de funcionamento do espaço. Este modelo trará 2 grandes vantagens: garantia de preços competitivos face às grandes superfícies e fomento do sentido de comunidade e propósito de todos os envolvidos. Os produtos serão saudáveis, locais e sustentáveis. 2)Promotora de auto-emprego: dando acesso a contabilidade organizada e serviços de apoio ao início de novos negócios. Também através da possibilidade de venda de produtos entre cooperadores. 3)Incubadora de outras cooperativas: disponibilizando ferramentas e documentação necessárias. Como princípio, a Rizoma orienta-se sempre pelo incentivo de práticas sustentáveis em termos sociais, ecológicos e económicos.

Objetivos

Objetivo geral e justificação

A Rizoma quer tornar possível aos residentes de Arroios participarem juntos na construção de um bairro mais social-, económica- e ecologicamente sustentável, com a criação de uma cooperativa multisectorial integrando uma mercearia de produtos sustentáveis e saudáveis para a comunidade. A nossa iniciativa visa facilitar aos residentes o seu envolvimento numa economia local mais sustentável, justa e inclusiva, combatendo o que aflige o nosso território: precariedade económica e laboral, segregação (imigrantes com barreiras linguísticas), isolamento social (de pessoas idosas e desempregados) e má alimentação.

Objetivo específico 1 e justificação

Fomentar a cooperação e solidariedade entre residentes do bairro de Arroios atingindo um mínimo de 300 cooperadores regulares a trabalhar juntos no espaço comunitário da Rizoma até ao final de novembro 2021. Num bairro tão diverso e segregado como o nosso, entendemos que são necessários espaços e propósitos comuns para aumentar a inclusão e a resiliência sociais.

Objetivo específico 2 e justificação

Fornecer acesso a produtos que não são apenas benéficos para a saúde individual, mas também para a saúde do ambiente, e sensibilizar para esta importância. Pretendemos oferecer centenas de produtos locais e sazonais a preços competitivos após a abertura da mercearia (primavera 2021), assegurar que os cooperadores entendam o que estão a consumir (origem e método de produção) e façam uma escolha informada relativamente a produtos que se alinhem com o entendimento crescente de que a nossa saúde depende também de um ambiente saudável. Queremos resolver a falta de alternativas no comércio local do bairro para aceder a produtos com baixo impacto ecológico e de alta qualidade.

Objetivo específico 3 e justificação

Melhorar as competências sociais e a saúde mental através de trabalho em comunidade: após a abertura do espaço físico da mercearia (primavera 2021), todos os cooperadores colaboram com 3 horas por mês no projeto. Estes turnos serão sempre em equipa, nunca isolados, fortalecendo assim os laços entre cooperadores e o sentido de pertença à comunidade. Em resposta a uma pandemia que desgasta a população a nível psicológico e destrói vidas profissionais, a mercearia comunitária junta pessoas num sistema que incentiva um estilo de vida mais saudável, participativo e colaborativo.

Objetivo específico 4 e justificação

Fortalecer uma economia local, cooperativa e sustentável para as pessoas e para o ambiente criando 2 postos de trabalho, incubando 1 outra cooperativa e ajudando no mínimo 10 pessoas a criar rendimento extra através do fornecimento dos seus produtos ou serviços durante o ano de 2021. Num ambiente de crise económica e num território marcado por pessoas em situação de desemprego ou precariedade laboral, é imperativo criar variadas oportunidades para que novos negócios e colaborações possam vingar. Arroios apresenta elevados índices de vulnerabilidade social: é a terceira freguesia em Lisboa com maior índice de desemprego, a quinta com registo de mais beneficiários de RSI e há um aumento crescente de população em idade ativa em situação recente de desemprego (Diagnóstico Social de Lisboa 2016).

Objetivo específico 5 e justificação

Diminuir a exclusão social e o isolamento de grupos mais vulneráveis, assegurando que, até ao final de Novembro 2021, no mínimo 10 pessoas com mais de 65 anos, 10 pessoas em situação de exclusão social, e 5 migrantes estarão envolvidas ativamente no projeto. Muitos dos nossos vizinhos em Arroios sentem-se abandonados e sem contacto com a comunidade, sendo o nosso objetivo acolhê-los ativamente no projeto e criar laços comunitários. Arroios é um território diverso com mais de 90 nacionalidades, representando 14% da população residente (Censos 2011), e continua a acolher novas vagas de imigração de países que são linguística e culturalmente distantes (Nepal, China, Bangladesh). Para além disso, segundo o Diagnóstico Social de Lisboa (2016), há um grande problema de isolamento social da população idosa devido a problemas de saúde (entre eles depressão) e inexistência de laços próximos.

Parceria local

Promotora

Rizoma Cooperativa Integral

Parceira

Cidadãos para uma Cooperativa Integral em Arroios
ACES Lisboa Central / Prescrição Social
USF Sétima Colina
Iscte - Instituto Universitário de Lisboa
Associação Renovar a Mouraria
Grupo de Moradores da Rua Cidade de Manchester
Associação Regador
Coletivo Culti-VAMOS!
Coobi - Cooperativa de bicicletas
Grupo de Prosumidores da Rizoma Coop
Novonovo

Território(s) de intervenção

1. Arroios

Arroios (Anjos, Pena, São Jorge De Arroios), Lisboa
Critério 2. Número significativo de moradores com rendimentos baixos ou muito baixos, nomeadamente:
Pessoas em situação de desemprego, lay-off ou precariedade laboral
Pessoas com poucos anos de escolaridade
Pessoas abrangidas por prestações e apoios do subsistema público da ação social
Pessoas indocumentadas, requerentes de asilo, refugiados, apátridas ou em condições semelhantes
Critério 3. COVID-19
Número significativo de pessoas de risco em caso de COVID-19, nomeadamente idosos e portadores de doenças crónicas
Critério 7. Exclusão social
Número significativo de pessoas em situação de exclusão social, isolamento ou abandono, nomeadamente idosos, pessoas em situação de sem abrigo ou vítimas de tráfico

Atividades

1. Abertura da mercearia e espaço comunitário

Após 3 meses do piloto incubado no espaço da parceira "Renovar a Mouraria”, abriremos um espaço próprio com cerca de 130m2 em Arroios. Com a participação dos cooperadores e o apoio técnico de parceiros, realizaremos as obras necessárias para tornar o espaço funcional para acolher a comunidade e produtos. Numa lógica de economia circular, privilegiaremos a reutilização de materiais (com o apoio da NovoNovo). Para celebrar a abertura deste novo espaço comunitário, organizaremos um evento convidando artistas locais, parceiros e a comunidade local (tendo em conta as restrições de segurança).
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

2. Programas de promoção de diversidade e inclusão social

Integraremos o programa Prescrição Social da ACES Lisboa Central para potenciar o envolvimento de utentes das USF Baixa, Almirante e Sétima Colina que por indicação médica participarão na Rizoma. A Renovar a Mouraria apoiar-nos-á na inclusão da comunidade migrante que, apesar de numerosa, não se sente bem integrada. Teremos também um sistema de mentoria entre cooperadores para que seja mais fácil e sustentável a integração no projeto de perfis diversos de pessoas.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Migrantes

3. Sistema de gestão participativa do espaço

Implementaremos turnos de trabalho de 3 horas por mês para os cooperadores que irão participar na gestão da mercearia realizando tarefas variadas como caixa, relação com produtores, limpeza, stock, etc. Através de 9 grupos de trabalho, para os quais todos serão incentivados a participar, os cooperadores poderão contribuir em toda a organização da cooperativa beneficiando do apoio técnico de vários especialistas. Contrataremos 2 pessoas a tempo parcial com contratos de um ano que auxiliarão a organização geral do trabalho colaborativo e a articulação com os parceiros.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Migrantes

4. Prática contínua de cidadania ativa

Um dos pilares da Rizoma é a promoção da cidadania crítica. Assim, as tomadas de decisão estratégicas, dos princípios e valores da cooperativa e dos produtos da mercearia e a gestão são realizadas de maneira participativa. Para isso, os cooperantes serão encorajados a juntar-se a um dos 9 grupos de trabalho e a participar em reuniões, incluindo uma assembleia geral semestral. O nosso sistema de tomada de decisões é democrático, baseado no consentimento e, quando necessário, por maioria de votos.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Migrantes

5. Formação de cooperadores sobre o trabalho colaborativo, o ambiente e a alimentação saudável

Organizaremos pelo menos 12 sessões de formação para os novos cooperadores sobre o modo de funcionamento e boas práticas de cooperativismo. Explicaremos como trabalhar em grupo, sobre a execução de tarefas de manutenção da mercearia, como seguir as boas práticas de trabalho colaborativo (processos democráticos, comunicação clara e respeitosa, e assunção de responsabilidades), sobre alimentação saudável e valores ambientais.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Migrantes

6. Dinamização dos diversos canais de comunicação

Realizaremos no mínimo 6 apresentações sobre a Rizoma em eventos ligados ao território e à sustentabilidade. Desenvolveremos um website que explique o projeto, os seus benefícios e como participar. Continuaremos a enviar mensalmente a nossa newsletter e a publicar regularmente conteúdos sobre o projeto e dicas de hábitos saudáveis e sustentáveis nas nossas redes sociais. Publicaremos artigos sobre a Rizoma em canais de imprensa locais e nacionais (3 artigos antes e 3 artigos após a abertura). Produziremos 2 curtos vídeos explicando o projeto e o seu impacto na comunidade local.
Destinatários preferenciais
Toda a comunidade

7. Criação de oportunidades para novos projetos de cooperativismo

Como cooperativa integral, seremos capazes de estimular oportunidades de auto-emprego para pessoas individuais e coletivas ao disponibilizar apoios fiscais, legais ou recursos na fase inicial destes projetos e criando a oportunidade de venda de produtos entre cooperadores. Vamos começar com a incubação da COOBI (Cooperativa de Estafetas em Bicicleta) e um manual explicativo sobre como ser um prosumidor (tanto pode produzir como consumir). Em parceria com o ISCTE, vamos organizar um evento focado em cooperativismo.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Famílias, Migrantes

8. Promoção dos benefícios diretos e indiretos em termos de saúde

Integraremos o programa "Prescrição Social”, no qual as equipas médicas irão incentivar utentes a integrarem a Rizoma como uma maneira de terem acesso facilitado a uma alimentação saudável, a estimularem seu desenvolvimento pessoal e a fortalecer laços sociais. Como solução ao isolamento de pessoas de risco em caso de Covid-19, e não só, criaremos um sistema de entrega ao domicílio utilizando turnos de cooperadores e o parceiro COOBI. Comunicaremos regularmente na loja, nas redes sociais e newsletter sobre conselhos de hábitos e alimentação saudáveis e sustentáveis.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Migrantes

9. Pedagogia e educação sobre alimentação saudável e sustentável

Para ensinar sobre a relação entre ambiente, agricultura e consumo, faremos parcerias e organizaremos no mínimo 4 visitas aos nossos produtores, maioritariamente locais, para assegurar que os cooperadores tenham contato com a terra e as pessoas que trazem os alimentos para os seus pratos. A Rizoma também apoia iniciativas de agricultura urbana em Lisboa, e em conjunto com a Associação Regador e Colectivo Culti-VAMOS! criaremos ações de plantação e manutenção de hortas urbanas. Realizaremos pelo menos 4 workshops sobre alimentação saudável e sustentável.
Destinatários preferenciais
Jovens (18 a 24 anos), Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Famílias, Migrantes

10. Implementação dos princípios de transparência

A Rizoma norteia-se pelo fomento de práticas sustentáveis em termos económicos, sociais e ecológicos, adotando como valores a transparência e a sustentabilidade ambiental em todos os aspetos da sua administração. Assim, incentivamos o "consumismo consciente" com etiquetagem clara sobre cada produto, o produtor, e os preços na mercearia para que os cooperantes possam tomar decisões fundamentadas tanto acerca do que querem comprar como dos produtos que querem ter na loja.
Destinatários preferenciais
Idosos (65 e mais anos), Adultos (25 a 64 anos), Mulheres, Famílias, Migrantes